terça-feira, 15 de maio de 2012

Potencial de repouso


O potencial elétrico transmembranar deve-se à desigual repartição dos iões K+, Na+ e Cl- de um e outro lado da membrana plasmática.
Este equilíbrio resulta da difusão, através de canais especí­ficos sempre abertos (fenómeno passivo), destes iões segundo o seu gradiente de concentração e de um transpor­tador ativo que funciona em sentido inverso para o Na+ e o K+. O transporte ativo é assegurado por uma bomba que tira a energia de que necessita da hidrólise do ATP.
Assim, entra tanto Na+ por difusão como sai por transporte ativo, e sai por difusão tanto K+ como entra por transporte ativo. A membrana do axónio possui uma permeabilidade funcional a estes dois iões. A diferença de potencial observada corresponde ao potencial de equilíbrio dos iões Cl que se difundem do meio extracelular para o meio intracelular. O equilíbrio é obtido quando a força de difusão é compensada pela força elétrica restauradora. Em repouso, a face externa da membrana é positiva, ao passo que a interna é negativa. Neste esquema, os canais iónicos dependentes de voltagem não estão representados.

Sem comentários:

Enviar um comentário