sexta-feira, 2 de março de 2012

Recifes de coral

Os recifes de coral são comunidades constituídas por uma grande variedade de seres vivos. Os corais, animais que pertencem ao mesmo filo que as hidras estabelecem uma relação de simbiose com algas unicelulares. Os esqueletos dos animais mortos constituem a base do recife. Os recifes de coral são edificados em águas tropicais quentes, pouco profundas e com pouca carga de sedimentos.

Os recifes mais comuns são agrupados em três categorias: recifes de franja, recifes barreira e atóis (recifes circulares que emergem de águas profundas e que circundam uma lagoa). A existência de atóis em águas oceânicas profundas intrigou os naturalistas do século XIX. Em 1842, Charles Darwin publicou uma explicação para a formação de atóis no oceano Pacífico, baseada nas observações que fez nas ilhas do arquipélago da Sociedade. De acordo com Darwin, recifes de franja, recifes barreira e atóis constituiriam, respetivamente, etapas consecutivas da evolução dos recifes que se encontram associados a ilhas vulcânicas. A hipótese de Darwin só foi comprovada em 1952, quando foram efetuadas sondagens no atol de Eniwetok, no oceano Pacífico. Por baixo de cerca de 1400 m de calcário recifal, os cientistas encontraram basalto (associado a vulcanismo intraplacas). Atualmente os geólogos utilizam a Teoria da  Tectónica  de   Placas   para  explicarem   o afundamento progressivo das ilhas, algumas das quais (como é o caso das ilhas do arquipélago da Sociedade).


1.  Explique de que modo a existência de uma coluna de 1400 m de calcário recifal pode constituir um argumento a favor do afundamento das ilhas vulcânicas que estão na base dos recifes de coral.
 

Os corais apenas se desenvolvem em águas pouco profundas, sendo, por isso, razoável assumir, tendo em conta o princípio das causas atuais, que, em épocas passadas, os corais se desenvolveram em profundidades semelhantes. A existência de calcário recifal a uma profundidade de 1400 m, onde não pode formar-se, só pode, por isso, ser explicada pelo afundamento progressivo das ilhas vulcânicas sobre as quais foi edificado.

Fonte : GAVE

Sem comentários:

Enviar um comentário